quinta-feira, 7 de setembro de 2017

A evolução da corrupção


Na cueca do então assessor do deputado federal José Guimarães (PT), José Adalberto Vieira, foi encontrado em 2005 US$ 100 mil.

Ainda em 2005, ex-chefe de departamento dos Correios Mauricio Marinho foi demitido após ser flagrado em vídeo recebendo R$ 3 mil.

Em 2009, o então governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (DEM) foi flagrado em vídeo recebendo R$ 50 mil do então presidente da Companhia de Desenvolvimento do Planalto Durval Barbosa.

Na mala transportada pelo ex-assessor do presidente Michel Temer, Rodrigo Rocha Loures, havia R$ 500 mil.

Na casa do presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, encontraram R$ 480 mil.

R$ 51 milhões encontrados em malas, em apartamento que serviria ao ex-ministro Geddel Vieira

No apartamento em Salvador que serviria ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, foram encontrados R$ 51 milhões em malas e caixas de papelão.


R$ 51 milhões encontrados em malas, em apartamento que serviria ao ex-ministro Geddel Vieira

Mas em compensação, o ex-governador Sérgio Cabral não perde para ninguém. Em apenas uma das investigações, foi apontado que ele recebia mesadas de R$ 500 mil, entregues em mochilas, durante os oito anos de seus dois mandatos.

Enquanto os pobres das comunidades assistem a tudo isso e leem tudo isso, alguns são presos quando, ao ouvirem no rádio que "a bolsa caiu", furtam o acessório achando que podem encontrar ali algum dinheiro para diminuir seu sofrimento.

JB - Opinião

Nenhum comentário:

Postar um comentário