domingo, 30 de abril de 2017

Ora PSOL, vocês apoiam isso na Venezuela.


Deputado do PSOL teve da PM (quase) o mesmo tratamento que os venezuelanos recebem de Maduro.


O O deputado federal Glauber Braga, do PSOL, se queixou por ter sido atingido com uma bala de borracha durante a baderna organizada pela CUT. O caso teria acontecido bem perto da ALERJ, onde houve de fato muito tumulto na tarde de ontem. Supondo que a alegação do deputado seja verdade – e é bom lembrar que sujeitos assim são conhecidos por mentir sem nenhuma vergonha, o que tivemos é, de certo modo, “justiça divina”.

O PSOL foi o principal partido brasileiro a apoiar, abertamente, a ditadura de Nicolás Maduro e, anteriormente, a quase ditadura de Hugo Chávez. A líder do partido, Luciana Genro, foi até a Venezuela participar de um comício para Maduro. Quando o ditador esteve no Brasil, foi muito bem recebido por diversos psolistas. No site oficial do partido, diversos textos em apoio ao totalitário vizinho.


Hoje a Venezuela enfrenta uma grave crise humanitária, e lá os protestos têm sido repreendidos com extrema violência por parte da polícia do governo. Vale lembrar, ainda, que os venezuelanos possuem motivos totalmente legítimos para protestar, diferente do que ocorreu ontem, quando absolutamente nada serviria para justificar tamanha violência praticada pelos sindicalistas.
A nossa polícia, apesar de ter agido agressivamente, agiu também corretamente. Era necessário repreender uma minoria absoluta que queria impor, para toda a sociedade, a violência imunda e sórdida através da intimidação. Na realidade a nossa polícia agiu tarde, deveria ter sido firme desde o começo e talvez tivesse evitado tantos transtornos.
Fato é que se Glauber levou mesmo um tiro de bala de borracha, ele ainda assim teve um tratamento melhor do que os venezuelanos recebem de seu aliado Maduro. Lá os tiros são com munição letal...



Esse menor não vale nada pra comunidade?

Vocês Irão se posicionar contra o tráfico que ASSASSINOU a sangue frio o MENOR Bruno Tourinho Nunes?


Bruno levou diversos tiros nas mãos, pernas e virilha. Um dos disparos atingiu sua Femoral, fato que ocasionou seu óbito. O menor foi levado por um "mototaxi" a UPA e lá, sua tia revelou que a fatalidade ocorreu no INFERNO VERDE.
Cadê a indignação do Coletivo? Cadê o Messias Raull? Bruno Itan, Carlos Cout, Mariluce? Cade esse "povo" do Alemão que está indignado e se fazia presente na audiência pública dessa semana? Alguém irá a defensoria e ao ministério publico reclamar a morte brutal desse jovem? Alguém vai acusar os traficantes?
Como pode haver justiça se um grupo de MANIPULADORES como esse coletivo e todo seus semelhantes, só combatem um lado? Não há justiça quando não se combate o problema como um todo. O discurso "bandido é papel de polícia" não existe, a SEGURANÇA PÚBLICA É DEVER DE TODOS! Está escrito na constituição federal. Esse discurso é uma ferramenta tendenciosa para legitimar a ação, muitas das vezes, mentirosa e CRIMINOSA.

Vamos acordar, a realidade do Complexo do Alemão piorou muito depois que gente como essa começou a trabalhar, deslegitimando o Estado e impulsionando o TRÁFICO."

sábado, 29 de abril de 2017

Coisas inacreditáveis de um povo insano



A mulher entra equivocadamente numa área que não pertence mais ao Estado. Recebe um tiro de traficantes que metralharam seu carro e é levada por eles para uma ONG dentro da favela. 
A mulher, sofrendo claramente da Síndrome de Estocolmo, fica feliz por sobreviver ao atentado e agradece a seus algozes por não a matarem. 
 A ONG "Luta pela Paz", ou algo assim, ao receber a vítima das mãos daqueles que ela deveria combater, pois eles são contrários a paz, encaminha a mulher baleada para um hospital do Estado Constituído, deixando claramente a certeza de que ela, a ONG, não tem razão nenhuma para existir.
Para fechar a história insana e dar a ela um tom de normalidade e aceitação, o folhetim comunista das Organizações Gobo publica desta forma:
"Médica baleada em favela foi salva por bandidos".
A única coisa que os bandidos fizeram para "salvar" essa mulher foi errar os tiros e acertar apenas um, e no ombro.
É a primeira vez na história, e só poderia acontecer aqui no Brasil, que a falta de pontaria é considerada um ato heroico.
Além de suporte jurídico e LEGISLATIVO, o crime, agora, tem assessoria de imprensa também.
Texto: Roberto Santa Rosa



A quem realmente interessou a paralisação do dia 28 de abril? Ao país ou ao Lula ?

Uma funcionária da enfermagem me fez uma pergunta interessante : "Doutor, o que o senhor acha dessa "greve geral" que estão programando para dia 28/04/2017? Ela realmente ajudará a classe trabalhadora?".


Pensei um pouquinho e respondi: gostaria que você mesmo respondesse a sua pergunta. Farei a você 3 simples indagações que possibilitará sua resposta.

As mesmas perguntas que faço agora aos amigos que lêem este texto.

1) "O procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa do Ministério Público Federal na Operação Lava Jato, disse que os recursos desviados em esquema de corrupção no Brasil desviam dos cofres públicos algo em torno de R$ 200 bilhões por ano". (fonte jornal o "Estadão 12/09/2015). Onde estavam os sindicatos para protestarem contra este assalto aos cofres públicos que jogou o Brasil e a classe trabalhadora na maior crise econômica da história republicana do país?

2) "O rombo acumulado dos quatro principais fundos de pensão de estatais — Correios (Postalis), Petrobras (Petros), Caixa Econômica Federal (Funcef) e Banco do Brasil (Previ) — deve ter ultrapassado R$ 46 bilhões em 2015." (fonte: jornal O Globo 15/02/16). Onde estavam os sindicatos para protestarem contra este assalto aos fundos de pensão dos trabalhadores?

3) Segundo o IBGE, a população desocupada no Brasil chegou a 11,8 milhões de pessoas em julho. No acumulado nos 7 primeiros meses de 2016, o país perdeu 623 mil empregos formais. Julho foi o 16º mês seguido de fechamento de vagas com carteira assinada. (fonte: G1 30/08/16). Onde estavam os sindicatos para protestarem quando mais de 11 milhões de trabalhadores perderam seus empregos no governo do PT?

Por que só agora os sindicatos resolvem se manifestar? O que há de diferente no cenário nacional?

Muito estranho a atitude dos organizadores desta manifestação, que se calaram durante os anos do governo petista, mesmo frente aos constantes prejuízos à classe trabalhadora, e só agora, próximo à prisão de seu "maior" líder quadrilheiro, resolvem se manifestar.

Outro detalhe importante, que não pode ser desconsiderado, é a aprovação de um projeto de lei, na Câmara dos Deputados, que tira a obrigatoriedade da contribuição sindical de cada trabalhador deste país.


Quando a dor é no bolso desses "representantes" fanfarraões, que exibem com orgulho seus relógios "Rolex" que custa milhares de reais (veja representante da CUT, p.ex), o choro se torna a regra.

Precisamos tomar cuidado.


Estão manipulando o povo brasileiro. As dificuldades existem, bandidos é o que não falta em nosso meio político, mas uma última pergunta precisa ser feita:

A quem interessa e beneficia essa manifestação marcada pelos sindicatos que apoiam o PT?

Reflita, pense bem sobre o assunto e não se deixe manipular.

Roberto Correa Ribeiro

quinta-feira, 27 de abril de 2017

PM Mata "mototaxista"?

"Esse anjo celeste já tinha duas passagens por associação ao tráfico, estava com uma pistola da PMERJ, além de todo material da foto, atirou contra a guarnição que revidou e o feriu cessando a injusta agressão!


Parabéns aos meus policiais que passam por cima de todas as dificuldades para que a sociedade não viva nas trevas!
Em uma foto mostramos um veículo informativo totalmente sem compromisso com a verdade (jornal O Dia) e a outra a verdade nua e crua!"

Texto do Major Gustavo Freitas - CMT da Upp Jacarezinho.
#AcordaBrasil


No que depender das mídias oficiais (mentirosas), você nunca saberá a verdade. A PM matou um traficante!

Já tá dando na pinta PSOL


Policiais são chamados de assassinos em audiência pública, circo formado por Marcelo Freixo para desmoralizar a PM.



Alguém já se deu conta de quantas toneladas de cocaína e maconha entram no Rio de Janeiro por mês?
Alguém já se deu conta de quantas armas de guerra e munições chegam nas favelas toda semana?
Alguém já se deu conta que no RJ, há mais de cinco mil homicídios dolosos por ano, praticados por marginais da lei?
Agora alguém me responda por favor, qual a razão do Ministério Público do RJ se dedicar tanto a investigar e prender policiais?
#EstamosSozinhos
Major Elitusalem Freitas.


Major PMERJ Elitusalem Gomes Freitas


Qual o interesse de partidos de esquerda estarem sempre protestando, reclamando e acusando a PM e nada comentam sobre centenas de marginais armados de fuzil, metralhadoras, bazucas e granadas nas comunidades? A insistência deles já tá dando na pinta. 


Todo esse empenho do PSOL e outros partidos em sair atacando a polícia e defendendo a descriminalização das drogas e sem mencionar em momento algum o perigo dos “terroristas” fortemente armados blindados dentro das comunidades do Rio de Janeiro, nos leva a ter certeza de seu envolvimento com o tráfico ilícito. Seu maior interesse nessa “descriminalização” está na diminuição de custos e aumento de arrecadação com o tráfico ilícito, já que o traficante passaria a ser um mero contrabandista e o viciado não compraria sua droga nos estabelecimentos oficiais com preços altamente taxados com os impostos. Logicamente o tráfico vai faturar muito mais com seus preços competitivos e sem o rigor da lei sobre tráfico de drogas. Assim como acontece com o camelô que vende cigarros contrabandeados do Paraguai nas ruas do Rio de Janeiro e do Brasil.
É muito evidente para que quiser saber sobre a origem da principal facção criminosa do Rio de Janeiro, há um acordo selado desde a década de 70 com os personagens dos partidos de esquerda.


O BOPE pedindo prioridade?
Tráfico de drogas internacional é problema de atuação da Polícia Federal!

Se você tem uma das melhores equipes do mundo que não consegue assegurar instalação de um imóvel do Estado (cabine blindada), tendo este efetivo teve que “bater em retirada” do “front” com componentes alvejados, é hora de repensar conceitos e aceitar a condição de guerra declarada contra o Estado.

Se um partido inteiro tem praticamente toda sua existência pautada na defesa de bandidos e drogas, desconfie! Isso é coisa do mal! É defesa de políticas pró morte e seus representantes são reflexo dessa estratégia nefasta. São dissimulados, mentirosos, manipuladores e principalmente "lobos em pele de cordeiro".

Gestão de Eduardo Paes desviou dinheiro de obra em favela.

Gestão de Eduardo Paes desviou dinheiro de obra em favela para Museu do Amanhã.
Relatório cita aditivo em contrato da Concessionária Porto Novo S.A., em 2012, para obras na região

Uma auditoria no Porto Maravilha, realizada por ordem da nova gestão da prefeitura do Rio de Janeiro, apontou que o município realocou R$ 112,3 milhões que eram destinados a obras de infraestrutura em uma favela, o Morro do Pinto, para a construção do Museu do Amanhã. A informação está em um relatório obtido pelo jornal Estado de S. Paulo.
O relatório cita um aditivo em contrato da Concessionária Porto Novo S.A., em abril de 2012, para obras na região. Foi a nova gestão da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp) que estranhou a transferência de recursos e auditou as contas do Porto Maravilha.
O relatório da auditoria foi entregue ao Tribunal de Contas do Município e à Câmara Municipal. No Legislativo, inclusive, tramita um projeto para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o processo de revitalização da região.
O Porto Maravilha é uma operação urbana consorciada, administrada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp). Para obras e prestação de serviços municipais, ela contrata a Concessionária Porto Novo S.A. A empresa tem como acionistas a Odebrecht Properties, do grupo Odebrecht (37,5%), a OAS Ltda (37,5%) e a Carioca Christiani-Nielsen Engenharia (25%). 
A auditoria, de acordo com a reportagem do jornal paulista, também apurou que a construção e a manutenção do Museu do Amanhã e do Museu de Arte do Rio (MAR) custaram R$ 686 milhões. A página da prefeitura na internet informa que a obra do Museu do Amanhã foi viabilizada por meio da comercialização de certificados de potencial adicional de construção (Cepacs), que teriam garantido rendimento de R$ 215 milhões para o museu, “sem recursos diretos do Tesouro Municipal”. 
O levantamento apontou ainda que quase 3/4 do dinheiro destinado ao fomento da cultura na Região portuária, R$ 89,9 milhões de um total de R$ 122,7 milhões, foi investido apenas em duas instituições, o Museu do Amanhã e o Museu de Arte do Rio (MAR). O Instituto Pretos Novos (IPN), por exemplo, que se dedica ao estudo da história de cerca de 50 mil africanos que durante a Colônia e o Império foram enterrados no local, recebeu R$ 355 mil e agora precisa lidar com a falta de recursos. A operação financeira que criou R$ 3,5 bilhões em Cepacs, contudo, previa que 3% deste montante deveria ser aplicado no fomento da cultura em toda a região.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Na falta do que fazer


Na ALERJ deputados envoltos no lamaçal, não sabendo o que fazer, já que em 2018 haverá eleições, tentam ganhar o eleitorado que nunca tiveram, o voto dos policiais militares.

Anos atrás vimos uma norma que empolgou os policiais incapazes definitivamente para o serviço policial militar, nela havia a visão que deveriam ser promovidos ao posto máximo da carreira de praças, ou seja, a Major PM. Ledo engano, que eu saiba somente um policial conseguiu esse beneficio, já que tinha forte influencia de um desembargador.


Na citada norma está explicito que fica o Poder Executivo “AUTORIZADO”, o que não lhe impõe o dever.


Hoje, vemos novamente um projeto de lei, que usa o “AUTORIZA” O Poder Executivo. Autoriza fazer constar no registro do policial o Posto ou Graduação referente ao soldo que recebe na inatividade, já que na passagem para a Reserva AINDA tem o beneficio de receber um soldo acima de seu Posto ou Graduação na ativa.

Isso já foi objeto de uma Lei de 2006, onde ditava que na carteira de identidade deveria constar o Posto ou Graduação em conformidade com o soldo, esta Lei foi declarada inconstitucional pelo TJRJ e as cédulas de identidade em conformidade com a Lei 4848/2006 foram recolhidas.
Portanto não se iludam com a iniciativa do Deputado Paulo Ramos, é um projeto eleitoreiro que nada muda a situação atual dos policiais militares, que não precisam de Posto ou Graduação, precisam sim é de receber seus vencimentos/proventos, de atenção.

Precisam de um hospital que funcione em conformidade com o dinheiro arrecadado do efetivo e que não seja roubado pelo governo e/ou desviado pelos administradores da Corporação.


Se já foi editado por Lei que sofreu forte pressão para que fosse declarada inconstitucional, o “AUTORIZA” nenhum efeito fará no atual cenário.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Aos nossos policiais.


Querido policial, eu gostaria que você soubesse que eu vejo você. Eu vejo você escolhendo uma mesa no restaurante que permita estar sempre de frente para postas e janelas.

Eu vejo você trabalhando nas ruas sob um sol escaldante, um frio intenso e debaixo de forte chuva.

Eu vejo você assistindo a mídia crucificando o seu caráter ao mesmo tempo em que tenta minimizar sua causa.

Eu vejo que você se sente cansado, frustrado e mal compreendido.
Eu vejo que você está sofrendo enquanto o mundo o assiste enterrar seus irmãos e irmãs que morreram por “alguém” o sentir culpado de uma única coisa, vestir um uniforme com distintivo, eu vejo você.

Eu vejo que você é de carne e osso, assim como eu.
Eu vejo a causa pela qual você luta.

Eu ouço você chegando em casa após uma longa e trágica noite.
Eu sinto você. Eu sinto seu ânimo naufragando enquanto a mídia é inundada com criticas e com falsos ideais de justiça.

Eu preciso de você, nós precisamos de você!

Eu sei que está ficando cada dia mais difícil colocar sua vida em risco por uma sociedade que não te valoriza, mas também sei que isso não irá lhe parar. Você escolheu ser um GUERREIRO e guerreiros não desistem por conta das opiniões dos outros, da opinião de inimigos.

Eu gostaria de saber consertar isso, mas a única coisa que sei é como apoiar você!

Nós ouvimos você! Nós amamos você!

Obrigado pelo seu trabalho, obrigado pelo seu sacrifício. Obrigado a todos os policiais do Brasil, vocês são mais que GUERREIROS, são anjos na terra.




Nova Lei de Imigração

QUEM TIVER ESTÔMAGO, LEIA OS ÍTENS DA NOVA LEI DA IMIGRAÇÃO QUE OS SENADORES APROVARAM PARA OS ESTRANGEIROS NO BRASIL.

Alguns trechos da lei de imigração aprovada no senado.
- Educação gratuita e preferencial garantida do ensino fundamental a superior.
- Atendimento médico gratuito e preferencial.
- Não será checado antecedentes criminais.
- A cultura do refugiado será preservada e garantida através de programas de adequação do povo brasileiro.(Ou seja, eles não tem que respeitar as nossas culturas e costumes, nós temos que respeitar os deles e nos adequarmos através de programas que serão distribuídos em escolas e etc.)
- O imigrante poderá fundar sindicatos, igrejas e partidos políticos. ( Partidos políticos e sindicatos para defender a ideologia política deles, com dinheiro público, defendendo interesses políticos deles)

São 80 páginas que fazem o Brasil parecer uma espécie de terra prometida, um oásis de direitos e liberdades. ( para eles)
Não há limites ou controle, qualquer país pode encher navios de gente e deixar aqui para dividir o serviço público precário com os brasileiros que pagam por esse serviço.
A segurança pública não da conta da demanda nacional e terá um número ilimitado de pessoas chegando desenfreadamente sem qualquer controle sobre histórico criminal.
As fronteiras todas estarão abertas, jogando no lixo a luta de povos que perderam a vida exatamente para estabelecer essas fronteiras e garantir a soberania e estabilidade da nação.
As FARC ou qualquer grupo extremista, traficantes poderão entrar livremente dizendo que são índios nativos. 
Isso é um sério problema de segurança Nacional e o brasileiro continua em greve de cérebro, adormecido e se abstendo da realidade que o está engolindo.
Um país com 13 milhões de desempregados na contagem oficial mascarada pelo IBGE e mais de 50 milhões de desempregados pela lógica real, vai acomodar um número ilimitado de gente no mercado ou serão sustentados com dinheiro público? 
Um país onde aposentados que contribuíram a vida toda estão tendo seu direito limitado e quase impossibilitado, terão que dividir o fundo previdenciário com um número ilimitado de estrangeiros? Que zorra é essa? Tudo para agradar o politicamente correto?
Embora eu não acredite que Temer vá vetar, compartilho meu argumento.

O Reino Unido anunciou nesta sexta-feira que vai pagar para que refugiados deixem a Europa e se instalem na América Latina e na Ásia. 

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Sergio Cabral não serve nem pra ser delator.

Adriana abandona Cabral e negocia delação.


A situação do casal Sergio Cabral Filho e Adriana Ancelmo, ex-governador e ex-primeira dama do Rio de Janeiro, parece que partiu definitivamente para o ‘salve-se quem puder’.
Nesse sentido, a advogada está negociando solitariamente uma delação premiada que pode livrar-lhe definitivamente da prisão.
Cabral, também solitário, segue no mesmo caminho, mas sua situação é muito mais complicada. Sua delação não tem despertado muito interesse e as negociações estão paradas.
O Ministério Público já teria inclusive desistido do ex-governador, optando por Adriana, que parece ter informações tão ou mais substanciosas que o marido.
Além disso, por sua atuação no meio jurídico, a negociação com a ex-primeira dama prevê a entrega de ministros dos tribunais superiores.

Um "rolo compressor" passa por cima dos policiais a cada dia.

Um policial militar morreu após ser atropelado por dois suspeitos em uma moto na noite deste sábado (22), nas imediações de Manguinhos, zona norte do Rio.
Os suspeitos tentaram escapar do cerco policial, mas foram capturados pelos policiais militares. Um homem que passava pelo local ainda tentou roubar a arma do policial e também foi preso.
Soldado Carvalho morreu devido a ferimentos depois de ser atropelado por dois homens suspeitos em uma motocicleta
Carvalho chegou a ser levado ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. Ele trabalhava há cinco na Corporação e deixa um filho.
Os três homens presos – entre eles um adolescente de 17 anos, que dirigia a moto – foram levados para a Divisão de Homicídios da Polícia Civil.

Diante da morte trágica de mais um policial militar na noite de ontem, o Sd Carvalho, vamos deixar aqui um alerta à nossa tropa!

Major PMERJ Elitusalem Gomes Freitas

Não é a primeira vez que temos um policial atropelado numa operação de busca e revista em veículos.
Sabemos que nos falta equipamentos como os chamados "jacaré", sabemos que muitas vezes as Arep são feitas com um número inferior de policiais que prevê o manual, mas qual é a missão mais importante do que VOLTAR VIVO PARA SUA FAMÍLIA?

Se o veículo suspeito não obedecer a ordem de parada, peça apoio, persiga, se tiver as condicionantes legais, ATIRE!!! MAS SOB HIPÓTESE NENHUMA COLOQUE SEU CORPO NA FRENTE DO VEÍCULO ACHANDO QUE ELE VAI PARAR!
Essa guerra existe antes de nós nascermos, não foi criada por nós e possivelmente estará aí após a nossa partida, portanto FIQUEM VIVOS!

De diversas formas este "rolo compressor" passa diariamente por cima dos policiais do Estado do Rio de Janeiro, seja lhes tirando direitos, seja com ajuda da imprensa, seja mutilando-os, seja os assassinando, esquartejando, incinerando ou simplesmente numa operação policial desobedecendo a ordem legal, passando por cima dele.
Como pode esse potencial numérico ainda estar inerte diante de seu extermínio? 

domingo, 23 de abril de 2017

Juiz ouve ‘as ruas’ e manda soltar PMs acusados de execução


O juiz Alexandre Abrahão Dias Teixeira, do 3º Tribunal do Júri do Rio de Janeiro, aceitou os argumentos do Ministério Público e concedeu a liberdade para os policiais militares Fabio de Barros Dias e David Gomes Centeno, lotados no 41º BPM (Irajá), acusados de executar dois traficantes na frente da Escola Municipal Jornalista e Escritor Daniel Piza, na Pavuna, no último dia 31 de março.

A cena foi filmada por um morador, que postou [as imagens] nas redes sociais. Nessa mesma operação, a estudante Maria Eduarda Alves da Conceição, de 13 anos, acabou morrendo por balas perdidas que a atingiram na perna e na cabeça durante uma recreação no pátio. O magistrado escreveu em sua decisão que, após passar horas e horas meditando sobre a questão, ponderou “especialmente [sobre] a voz das ruas”. E citou as palavras do desembargador Ricardo Rodrigues Cardozo: “As relações sociais mudaram, e a magistratura precisa mudar também. O juiz moderno não pode mais ser aquela figura da ‘torre de marfim’, especialista em temas do Direito, mas insensível ao que acontece fora de seu gabinete”.

Abrahão se mostrou preparado para as críticas que virão: “O julgamento destes fatos me dá a convicção de que a decisão, seja ela qual for, será alvo de apedrejamento público. Especialistas, mesmo sem conhecer o processo, farão ‘julgamentos’, criarão ‘teses conspiratórias’, ‘insinuações’. E continuou falando sobre [eliminar] o sobre o cenário de guerra que tomou conta do Rio de Janeiro: “A sociedade, estou consciente, está desestruturada pela guerra assimétrica enfrentada nesta ex-cidade maravilhosa. O cidadão, no final, pretende tão somente viver em paz e merece pelos altos preços que paga em todos os sentidos. Enfim! A turbulência faz parte do jogo democrático. Assim como a promotora de justiça, aceito esse ônus da função. Afinal, em momentos de intolerância extrema, nós, juízes, acabamos alvo de toda sorte de ataques!”, escreveu.


"Eu escolhi uma profissão que pouco me importa a opinião da mídia, pouco me importa o reconhecimento da sociedade, pouco me importa os perigos da carreira;
Escolhi uma profissão que quando olho para o lado vejo heróis forjados no fogo, quando coloco a cabeça no travesseiro vem a memória mais rostos que salvei do que aqueles que sentiram o rigor da Lei;
Escolhi uma profissão que corre em direção ao perigo e não foge dele;
Escolhi uma profissão que só os fortes, corajosos e sagazes sobrevivem;
E quando volto pra casa é o olhar de admiração da minha família que encontro;
Escolhi uma profissão que é sobre tudo uma razão de ser."
(Major PMERJ Elitusalem Gomes Freitas)


TRECHO EXTRAÍDO DO ALVARÁ DE SOLTURA DOS PMS DO 41 BPM.
Ademais, não se pode ignorar a situação de “guerra" enfrentada diariamente por policiais, pelos moradores das comunidades, trabalhadores, enfim, a situação trágica de exacerbada violência
que toda a sociedade fluminense vem enfrentando, a qual, notoriamente, vem resultando na morte de muitos inocentes, inclusive de policiais, os quais vêm sendo covardemente exterminados pela mera qualificação profissional que ostentam. Poucos atentam para a gravidade desta situação. É a proteção da sociedade que está sendo caçada e assassinada. 
Certo é, porém, que mesmo na guerra há regras que devem ser observadas. 
A famigerada frase “bandido bom é bandido morto”, muito utilizada para propagar um discurso de ódio e de negação da Justiça, deve ser reescrita: “bandido bom é bandido atrás das grades, e por longo tempo”; enquanto “policial bom é policial vivo, bem aparelhado, bem
remunerado, valorizado, respeitado e nas ruas,protegendo a sociedade e combatendo a criminalidade”!
Alexandre Abrahão Dias Teixeira
Juiz Presidente

CAPA DA FORBES É um escândalo, uma vergonha para o povo brasileiro!

“Estamos diante do Poder Público mais safado e sem vergonha de nossa história”.
Está divulgado em todo globo terrestre. O que pensam nosso ministério público federal,
magistrados e parlamentares? Será que se trata de mais uma mentira da mídia internacional?
E porque o ex-presidente não se pronuncia?
O DA CAPA DA FORBES: DEVIA ESTAR PRESO.
Por Geraldo Almendra (*)
Pode um cidadão eleito presidente e pertencente à classe média baixa, se tornar, em dois mandatos presidenciais, em um bilionário apenas com seus rendimentos e benefícios do cargo?
A resposta é sim. O ex-presidente Lula é um suposto e exemplar caso desse milagre financeiro, tendo-se como base as denúncias recorrentes já feitas pela mídia.
Conforme amplamente noticiado em algumas ocasiões uma conceituada revista - a Forbes – trouxe à tona esse tema, reputando a Lula a posse de uma fortuna pessoal estimada em mais de $ 2 bilhões de dólares, devendo-se ressaltar que a primeira denúncia ocorreu ao que tudo indica em 2006, o que nos leva a concluir que a “inteligência financeira do ex-presidente” já deve ter mais que dobrado esse valor, na falta de uma contestação formal e legal do ex-presidente contra a revista.
Estamos diante de um suposto caso em que o silêncio pode ser a melhor defesa para não mexer na panela apodrecida dos podres Poderes da República, evitando as consequências legais pertinentes e o inevitável desgaste perante a opinião pública.
Nesta semana a divulgação pelo Wikileaks de suspeitas - também já feitas anteriormente - de subornos envolvendo o ex-presidente nas relações de compras feitas pelo desgoverno brasileiro em relação a processos de licitações passados, ou em andamento, nos conduz, novamente, e necessariamente, a uma pergunta não respondida: como se explica o vertiginoso crescimento do patrimônio pessoal e familiar da família Lula?
O que devem estar pensando os milhares de contribuintes que têm suas declarações de renda rejeitadas e são legalmente, todos os anos, obrigados a dar as devidas satisfações à Receita Federal sobre crescimentos patrimoniais tecnicamente inexplicáveis, mas de valor expressivamente menor do que o associado ao patrimônio pessoal e familiar do ex-presidente?
A resposta é simples e direta: tudo isso nos parece ser uma grande e redundante sacanagem com todos aqueles que trabalham fora do setor público - durante mais de cinco meses por ano - para ajudar a sustentar aquilo que a sociedade já está se acostumando a chamar de covil de bandidos.
A pergunta que fica no ar é sobre que atitudes deveriam e devem tomar o Ministério Público, a Receita Federal, O Tribunal de Contas e a Polícia Federal diante de supostas e escandalosas evidências de enriquecimento ilícito de alguém que ficou durante dois mandatos consecutivos no cargo de Presidente da República?
Na falta de atitudes investigativas ou consequências legais, como sempre, a mensagem que o poder público passa para a sociedade é de uma grotesca e sistemática impunidade protetora de todos, ou quase todos, que pactuam com a transformação do país em um Paraíso de Patifes.
No Brasil, cada vez mais, a corrupção compensa e as eventuais punições já viraram brincadeira que nossa sociedade, no cerne dos seus núcleos de poder públicos e privados aprendeu: a impunidade a leva a se nivelar por baixo aceitando que roubar o contribuinte já se tornou um ato politicamente correto para que a o projeto de poder do PT – um Regime Civil Fascista fundamentado no suborno e em um assistencialismo comprador de votos – siga inexoravelmente avante.
A omissão do Poder Público diante da absurda degeneração moral das relações públicas e privadas somente nos deixa uma alternativa de qualificação: estamos diante do Poder Público mais safado e sem vergonha de nossa história.
A propósito quem roubou o crucifixo do gabinete presidencial no final do desgoverno Lula?
(*) Economista e Professor de Matemática, Petrópolis